O Carvalho-negral de Santana da Azinha

Este belíssimo carvalho-negral (Quercus pyrenaica Willd.), retratado nas imagens que acompanham este texto, não é o mais alto que conheço ou o que possui maior perímetro de tronco. Mas o seu impressivo volume de copa tornam-no num dos mais bonitos exemplares de carvalho-negral que já tive oportunidade de contemplar. A tal ponto, que chego a ter vontade de desafiar os leitores deste blogue para me indicarem um mais bonito…

Quem me acompanha diariamente noutras paragens poderá, entretanto, ter reconhecido este carvalho do texto com que saudei, em Junho passado, o regresso dos Dias com Árvores. Nesse texto, escrevi: “Curiosos por saber onde fica a árvore da fotografia? Para conhecer este e outros tesouros do nosso património arbóreo, continuem atentos às novidades da Árvores de Portugal.”

Agora que a página da Árvores de Portugal está acessível a todos, chegou a hora de cumprir a minha palavra e dar-vos a conhecer este carvalho-negral. Situa-se na freguesia de Santana da Azinha, no concelho da Guarda, e faz parte do conjunto de árvores que medi e fotografei, no Verão de 2008, com o Miguel Rodrigues.

No entanto, inicialmente esta árvore não fazia parte da lista de exemplares a visitar, pura e simplesmente porque desconhecíamos a sua existência. Resta-me então desvendar como este espécime entrou nas nossas vidas.

No passado dia 31 de Julho de 2008, após uma manhã produtiva onde visitámos a alameda de ulmeiros situada no centro da Guarda, aproveitámos o período prévio à hora de almoço para visitar a delegação regional da Autoridade Florestal Nacional (AFN).
O objectivo desta visita era saber o ponto de situação relativo à classificação de algumas árvores. Sobre este assunto houve boas e más notícias: a alameda de ulmeiros que acabáramos de visitar tinha sido classificada dois dias antes, a sequóia do Sabugal aguardava classificação para breve1, enquanto outros dois exemplares, o carvalho-alvarinho de Aldeias (Gouveia) e o castanheiro da aldeia da Malcata, aguardavam uma resposta positiva por parte dos seus proprietários.

Mas os técnicos da AFN, vendo o nosso amor pelas árvores notáveis e a forma desinteressada como percorremos o país à sua procura, não nos deixaram sair sem uma oferta suplementar… A localização deste carvalho!
Longe de imaginarmos a árvore que nos esperava, considero agora que não lhes agradecemos convenientemente por tamanha informação.

Seguem-se as dimensões deste exemplar notável:

  • O PAP medido foi de 4,38 m.
  • A altura obtida foi de 19 m.
  • O diâmetro médio da copa situa-se nos 25 m.

1 O que viria a acontecer a 11 de Agosto de 2008.

3 Responses to “O Carvalho-negral de Santana da Azinha”

  1. Rosa

    Árvore muito bonita, esta. Adoro as fotografias. É uma árvore magnética que atraiu todos aqueles objectos para a sua sombra. Um oásis.

    Responder

Deixar uma resposta

Mantenha-se no tópico, seja simpático e escreva em português correcto. É permitido algum HTML básico. O seu e-mail não será publicado.

Subscreva este feed de comentários via RSS