O Sobreiro é a Árvore Nacional de Portugal

Hoje, dia 22 de dezembro, pelas 12 horas e 36 minutos, o Parlamento português aprovou, por unanimidade, o Projeto de Resolução que institui o sobreiro como a Árvore Nacional de Portugal.

Neste momento histórico, as Associações Árvores de Portugal e Transumância e Natureza gostariam de agradecer a todos os que divulgaram e apoiaram a nossa iniciativa e, em particular, aos que assinaram a petição por nós criada. Gostaríamos de sublinhar a preciosa ajuda da Rota da Cortiça, na pessoa da Dr.ª Sofia Carrusca, incansável no empenho a esta causa.

De igual modo, um agradecimento à autarquia de Coruche, na pessoa da Dr.ª Susana Cruz, pelo convite que nos permitiu estarmos presente na última edição da FICOR, na qual recolhemos um número significativo de assinaturas e de outro tipo de apoios.

Por último, mas não menos importante, um especial agradecimento ao Sr. deputado Miguel Freitas, por todas as diligências que efetuou, junto dos seus colegas deputados, através das quais se conseguiu que, por unanimidade, o Parlamento aprovasse, no dia de hoje, o Projeto de Resolução n.º 123/XII/1.ª, que institui o sobreiro como um símbolo nacional.

É uma decisão que dedicamos a todos os que, ao longo da história, devotaram a sua vida à investigação e à defesa desta espécie, caso do engenheiro Joaquim Vieira Natividade, mas também a todos os milhares de portugueses que trabalharam, e trabalham, no setor corticeiro, desde os empregados fabris aos tiradores de cortiça.

É um dia histórico para Portugal ou, como tão bem disse hoje, no Parlamento, o deputado Miguel Freitas:

A partir de agora, sempre que se abaterem sobreiros, não se abate apenas uma espécie protegida, abate-se um símbolo da nação.

Pegando nestas palavras, as Associações Árvores de Portugal e Transumância e Natureza relembram que o dia de hoje é um ponto de partida e não um ponto de chegada. Muito há ainda a fazer na defesa desta espécie. Como sempre, estamos inteiramente disponíveis para continuar a lutar, com aqueles que a nós se quiserem juntar, na defesa das causas relacionadas com o sobreiro e os seus povoamentos.

Hoje é o primeiro dia do resto da vida dos sobreiros e dos sobreirais…

Viva o sobreiro!

14 Responses to “O Sobreiro é a Árvore Nacional de Portugal”

  1. Aires Pires

    Finalmente, um veredito à muito esperado. Parabéns a todos aqueles e aquelas que por ele lutaram. Só espero e desejo que não haja mais cortes selvagens de tão emblemáticas árvores, uma vez que , pelos vistos, os respetivos culpados, pura e simplesmente não o são! Parabéns

    Responder
  2. martinho rocha

    Um justo reconhecimento e um importante contributo pela necessária consciencialização…para o muito que é necessário fazer.

    Responder
  3. antonio lopes

    É uma ótima notícia. Uma das coisas que agora os dois blogs poderão fazer é publicar boas fotografias de sobreiros, novos, velhos, após ser retirada a cortiça, na primavera quando muda a folhagem, etc. É pouco, bem sei, mas é de muitas pequenas acões que se faz algo de visível, como bem sabem.

    Responder
  4. António Saraiva

    Não concordo. Ensina-nos a Ecologia que todos os seres vivos estão em relação uns com os outros, uma árvore não é melhor que um cogumelo nem que uma simples florzinha.

    Responder
    • Pedro Nuno Teixeira Santos

      Caro António Saraiva,

      Acho que há aqui uma enormíssima confusão; é que o facto do sobreiro ter sido declarado como Árvore Nacional de Portugal não significa que o sobreiro seja mais importante que nenhum outro ser vivo, nomeadamente em termos biológicos. Significa tão só e apenas que o país reconhece a importância que a espécie tem para Portugal, em diferentes vertentes, como tivemos o cuidade do explanar neste texto enviado à Senhora Presidente da Assembleia da República.

      Como é óbvio, o sobreiro não pode sobreviver sozinho, pois depende da própria biodiversidade que ajuda a sustentar. Não me parece que os cogumelos ou as florzinhas tenham ficado ofendidas com esta singela homenagem.

      Obrigado pela sua opinião.

      Cumprimentos.

      Responder
  5. Vitor Manoel Sobreiro

    Viva o Sobreiro!Espero sinceramente que a próxima vez sejam os animais a serem protegidos e respeitados pelos portugueses porque o holocausto que vivem as pobres criaturas é terrível.Voto pelo porco porque é un dos animais manos abusados e humilhados em Portugal e no mundo.

    Responder

Deixar uma resposta

Mantenha-se no tópico, seja simpático e escreva em português correcto. É permitido algum HTML básico. O seu e-mail não será publicado.

Subscreva este feed de comentários via RSS